O Art Déco é o termo atual para definir o estilo formalizado na Exposição Internacional de Artes Decorativas e Industriais Modernas realizada em Paris em 1925, a partir de quando se expande por cidades de todos os continentes urbanizados.
O estilo Art Déco, vertente decorativa do Modernismo, busca inspiração na arte mesopotâmica e egipcía de antes de Cristo, na arte cretense, etrusca e greco-romana, na arte dos índios americanos (maias, astecas e marajoaras), no gótico medieval etc.
Posteriormente, expressões estéticas do século XX foram incorporadas ao estilo, como Cubismo, Construtivismo, Futurismo, Neo-plasticismo, Streamline etc.
A principal característica do estilo Art Déco é a explícita geometrização dos volumes e dos temas decorativos, sejam figurativos ou abstratos.

Origens na história



Contexto do Modernismo

No início do século XX os movimentos artísticos se interrelacionam de forma intensa com novos pensamentos nas áreas científica e humana.
Cubismo, Dada, Surrealismo, Construtivismo, Futurismo, Bauhaus, etc. expressam as descobertas da Fisica, Antropologia, Arqueologia, Sociologia, Psicanálise, Tecnologia, Comunicação, etc.
No Brasil, a Semana da Arte Moderna de 1922 em São Paulo está associada à imigração de intelectuais e mão de obra que permitem o desenvolvimento industrial, a exportação de café, a expansão imobiliária, a criação de riqueza urbana e artística.

Casa modernista